Quem leva a Taça esse ano?

_DSC4228A Taça dos Campeões do Enduro da Independência já está em terras mineiras à espera de grafar o seu trigésimo sexto nome da história. As três primeiras edições (1983, 84 e 85) foram realizadas em dupla. Os mineiros Helder Rabelo e Roberto Márcio foram os primeiros campeões.

No último ano, o troféu viajou para o Paraná nos braços de Emerson Loth Bombadinho, o piloto ProTork foi primeiro paranaense a vencer a prova na categoria principal. Por tradição, o vencedor mantém a posse da taça por um ano em sua casa. “A sensação de ter o nome na taça é inexplicável, um orgulho! É bom saber que sempre serei lembrado. Um sentimento de dever cumprido”, disse o piloto de Santa Catarina.

Confiante, Bombadinho não esconde a expectativa de mantê-la em seus territórios. “A regra é essa, então foi tranquilo enviar a taça novamente para Minas Gerais. Estou calmo para a prova e vou fazer de tudo para leva-la novamente comigo”, contou.

Apesar disso, ele já tem um grande desafio: largar na última posição, definida por sorteio. “Se eu ficar entre os cinco melhores no primeiro dia já vai ser ótimo. Eu tive uma falta de sorte no sorteio, então vou ter que crescer ao longo dos dias da competição”, analisou.

Por outro lado, o capixaba Jomar Grecco, que venceu em 2013 em prova que saiu de Vitória (ES) e chegou em Ouro Preto (MG), também se prepara para recuperar o troféu. Em 2014, ao passa-la para Bombadinho, a emoção foi grande e a saudade já está falando alto.  “Com certeza eu quero pegar ela de volta, o lugar dela continua reservado. Estou sentindo uma falta grande dessa taça, e eu vou tentar fazer o possível e o impossível para ocupar o lugar dela novamente”, revelou.

Ao longo desses 33 anos, a hegemonia é dos mineiros. De 1983 até 1997 somente pilotos desse estado haviam subido ao topo do pódio. Em 1998 e 1999 o tabu foi quebrado, e a taça ficou por dois anos em Santa Catarina com o piloto Dário Schrull, da cidade de Benedito.

O grande campeão desta edição será conhecido no dia 7 de setembro. Durante os quatro dias de provas, os competidores irão percorrer 620km pelas famosas trilhas mineiras da Estrada Real e Caminho do Ouro (Nova Lima; São Sebastião das Águas Claras; Sabará; Raposos; Rio Acima; Honório Bicalho; e Belo Vale).

Mais informações sobre o Enduro da Independência 2015, podem ser encontradas no site http://www.tcmg.com.br.

O Enduro da Independência 2015 tem os patrocínios de Honda, ASW, Cervejaria Backer, Motostreet, Mobil, Orange BH, Plena Alimentos, Strada Jeep, Carbel Japão e apoio da RS Motos, Motofield, Triumph BH, Beta Ferramentas, Microcity, Fiat, Motul, Moto World, Rinaldi Pneus, Edgers e CorrosivoFilmes.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s