Dez anos depois, Jean conquista mais um título no Sertões: É Hexa!!!

Jean Hexa sertões - montagem em fotos de Ricardo Ribeiro e Marcelo Maragni/VipcommDepois de uma história de várias vitórias e títulos com as motos no Rally, o piloto Jean Azevedo resolveu mudar das motos para os carros, com participações inclusive no Rally Dakar. Foi uma breve história, e da mesma forma, muito vitoriosa.

Só que a paixão pelas duas rodas falou mais alto e o piloto acabou retornando para a modalidade, com o objetivo de continuar fazendo história e conquistar mais títulos. O hexacampeonato no Rally dos Sertões era o principal objetivo.

Crédito: Vinicius Branca/VIPCOMM

Crédito: Vinicius Branca/VIPCOMM

Porém, o pentacampeão não teve vida fácil, já que em 2013 e 2014 a prova foi válida pelo campeonato Mundial de Rally e o piloto teve que lutar contra os estrangeiros e seus equipamentos muito superiores. Em 2013 deu o português Paulo Gonçalves e em 2014 Marc Coma venceu. Ainda assim Jean foi o melhor piloto brasileiro.

Esse ano o Sertões não foi válido para o Mundial, mas ainda assim Jean teve que enfrentar uma dura batalha. Dentre os concorrentes, Ramon Sacilotti, Tiago Fantozzi, o francês e companheiro de Equipe Adrien Metge, Gregório Caselani, Dário Júlio, Ricardo Martins e Guilherme Cascaes eram os principais adversários.

Com um prólogo que define a ordem de largada no asfalto, Jean começou mais atrás, apenas na oitava colocação. Mas no primeiro dia, quando a prova já estava realmente valendo, Jean mostrou que queria o hexa e conquistou a vitória da primeira etapa. No segundo dia mais uma vitória e uma vantagem de mais de cinco minutos para Adrien Metge, seu companheiro na Equipe Honda Mobil.

Mas alguns problemas começaram a aparecer, como sempre acontece em uma prova de vários dias. Na terceira e quarta etapa Jean teve contratempos e viu sua diferença cair para menos de dois minutos em relação a Ramon Sacilotti.

Na quinta e sexta etapas (etapas maratona, onde não são permitidas manutenções e troca de peças e pneus) Jean andou seguro e com consistência, e a diferença voltou a aumentar, dessa vez pra casa dos nove minutos.

Na sétima e última etapa o piloto só teve o trabalho de administrar a vantagem – terminou na 5ª colocação no dia – e então pode comemorar mais um título, o sexto no Rally dos Sertões.

Em dez anos, entre 1995 e 2005, o piloto conquistou cinco títulos no maior Rally do mundo realizado em um só país (95, 2000, 2002, 2004, 2005). E agora teve que esperar mais dez anos para conquistar o hexa.

Na chegada da última especial a família já estava esperando o piloto para a comemoração e o presente de dia dos pais veio antecipado em um dia.

Crédito: Marcelo Machado/Vipcomm

Crédito: Marcelo Machado/Vipcomm

“Estou muito contente com esse título. Quando voltei para as motos, após uma temporada nos carros, tinha esse objetivo. Nos anos anteriores, o campeonato valia pelo mundial, então havia muitos pilotos estrangeiros com equipamentos melhores, mas sempre fui o melhor brasileiro. Mas nesse ano, em condições iguais, finalmente consegui esse hexa que tanto eu queria”, destaca Jean Azevedo.

Jean usou toda experiência de bicampeão brasileiro de Enduro, heptacampeão brasileiro de Rally Cross Country, 15 participações no Dakar (único brasileiro a vencer etapas na geral, e melhor posição, com um 5° lugar geral) para administrar a prova e conquistar a vitória. Além dos importantes resultados no dia a dia – vitória em três etapas, segundo em duas, terceiro em uma e quinto em outra – controlou os nervos e chegou a mais um título.

“Foi uma edição diferente. Uma prova muito rápida, com muita lomba. Eu consegui fazer uma prova bem pensada, com estratégia. Não dava para forçar todos os dias. Ataquei quando tinha que atacar e deu certo. Tenho só agradecer a toda a Equipe Honda Mobil. Eu não ganho sozinho, tenho todo o apoio de uma equipe”.

Ramon Sacilotti, que corre pela equipe Sacilotti Rally, fechou a edição em segundo no acumulado e o francês Adrien Metge, também da equipe Honda Mobil, foi o terceiro colocado no geral, em sua primeira participação na prova.

Crédito da primeira foto: montagem em fotos de Ricardo Ribeiro e Marcelo Maragni/Vipcomm

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s