Disputas acirradas no Mineiro de Regularidade

 

Crédito: Christiano Jilvan

Crédito: Christiano Jilvan

Após a disputa de 6 das 16 etapas previstas para o calendário desse ano, pelo Campeonato Mineiro de Regularidade, as disputas em todas as categorias estão bastante acirradas.

Em 2015 o regulamento da competição sofreu algumas mudanças significativas. As principais são que cada dia de prova conta com duas etapas – uma etapa até o neutro principal e outra etapa do neutro até o final da prova – e as pontuações são progressivas, com as etapas realizadas no final do campeonato valendo mais pontos. Além disso, este ano o piloto não tem direito a descartes. Isso faz com que o campeonato esteja totalmente aberto e as disputas continuem até o final da temporada.

Tricampeão Mineiro, Mário Vignate lidera a categoria Master

Tricampeão Mineiro, Mário Vignate lidera a categoria Master

Na Categoria Master o líder é Mário Vignate, Tricampeão mineiro e atual detentor do título, com 133 pontos. Na segunda colocação, com 19 pontos a menos, está Márcio Miranda, organizador da prova de Lagoa da Prata e que recebeu pontos referentes ao 3º lugar como bonificação na prova, por ter sido o realizador. Na terceira colocação está Lúcio Pinto Ribeiro, que não pontuou em uma das etapas de Lagoa da Prata por conta de um pneu furado e soma 98 pontos. Álvaro Amarante, com duas etapas a menos (não participou da prova de abertura em São Tiago), soma 92 pontos.

Fábio Amaral, líder da Sênior

Fábio Amaral, líder da Sênior

Na categoria Sênior a briga está acirrada. Fábio Coelho Amaral lidera com 109 pontos, apenas dois a mais que Alex Nunes “Divininho” Azevedo. A briga pelo terceiro lugar também está animada. Erlon Bessas tem 88 pontos e Charles Pio 87. Logo atrás, Thiago Fonseca e Cássio Ricardo com 83 pontos cada.

A Over 40 tem uma situação tranquila para o líder Edson “Dinho” Maciel, que vem dominando a categoria. Ele somou até agora 142 pontos, com quatro primeiros lugares, um segundo e um terceiro lugar. Na segunda colocação está Ildeu Melo, com 89 pontos, e em terceiro lugar o piloto de Brasília/DF, Jorge Presmic, com 84 pontos.

Janjão Santiago, líder na Over 45

Janjão Santiago, líder na Over 45

A categoria Over 45 tem liderança do montesclarense Janjão Santiago, com 94 pontos. Na segunda colocação, o piloto de Betim, Diney Camargos, com 90 pontos. Em seguida, empatados, Marcos Flávio Eustáquio, o Marcão, e Noé de Oliveira, com 47 pontos cada.

Huarllen de Souza é o líder da categoria Júnior, com 122 pontos. Na segunda colocação vem o piloto Hetory Prospery, com 113 pontos, seguido por Jamir Garcia, com 93 pontos. Em quarto está Bruno Pereira Mourão (80 pontos) e em quinto Tainan Batista com 71.

O piloto Cleber Esteves Sacramento é o líder na categoria Over 50.Ele soma até a sexta etapa 144 pontos. Ele é seguido por José Eduardo Campos, que ocupa a segunda colocação com 117 pontos e mais atrás está Aloysio Junior com 74 pontos na terceira colocação.

Adilson Donizete Alves lidera a categoria Novatos com 125 pontos, apenas 3 a mais que Eder Ribeiro Brandão, que tem 122. Na terceira colocação está Tomé Carvalho, com 99 pontos e logo atrás Euler Vanzela, com 96 pontos. Na quinta colocação vem Mirlei Izaias Santos, com 78 pontos.

Confira o ranking completo de todas as categorias no site www.fmemg.esp.br.

Enduro do Velho Chico, em Lagoa da Prata

O Enduro do Velho Chico, válido pela 3ª, 4ª, 5ª e  6ª etapas do Mineiro, também foi válido pelo Brasileiro de Enduro de Regularidade. O evento foi realizado nos dias 28 e 29 março, na cidade de Lagoa da Prata.

Pela primeira vez, a cidade recebeu uma prova do calendário nacional e os principais pilotos do país puderam conhecer as temidas trilhas da região. Localizada no centro-oeste de Minas, Lagoa da Prata possui no seu entorno uma grande variedade de trilhas, com diferentes tipos de piso e relevo. Tais atributos geográficos foram bem utilizados pelos organizadores, o que rendeu elogios por parte dos pilotos. Um deles foi feito pelo capixaba Jomar Grecco, atual campeão brasileiro, líder do campeonato 2015 e vencedor da etapa.

De acordo com Jomar, a prova contou com um alto nível técnico e trilhas duras.

O capixaba Jomar Grecco venceu os dois dias de prova e se consolida na liderança do Campeonato Brasileiro - Crédito: Janjão Santiago

O capixaba Jomar Grecco venceu os dois dias de prova e se consolida na liderança do Campeonato Brasileiro – Crédito: Janjão Santiago

“Foi a prova mais difícil que já disputei em todos estes anos de Regularidade. O terreno liso e cheio de pedras, além do relevo acidentado exigiram preparo físico, técnica e muita navegação, mas gosto de provas duras e consegui me sobressair garantindo a vitória” , disse Jomar, após vencer os dois dias de disputas em terras mineiras.

Para Maurício Brandão,  presidente da Federação de Motociclismo do Estado de Minas Gerais, a estreia de Lagoa da Prata no calendário brasileiro do Regularidade superou as expectativas de todos os envolvidos, desde os organizadores aos pilotos.

Mauricio Brandão 1“Tivemos uma prova excelente em todos os aspectos, mas principalmente na parte técnica, com trilhas e roteiros muito bem escolhidos. Criamos um padrão para o Regularidade e o Enduro do Velho Chico, já no primeiro ano como etapa do Brasileiro, tornou-se uma referência para a modalidade” afirmou o dirigente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s