Enduro do Velho Chico, em Lagoa da Prata: campeonato Brasileiro em alto nível!

O capixaba Jomar Grecco venceu os dois dias de prova e se consolida na liderança do Campeonato - Crédito: Janjão Santiago

O capixaba Jomar Grecco venceu os dois dias de prova e se consolida na liderança do Campeonato – Crédito: Janjão Santiago

Eram pouco mais de 100 quilômetros no sábado e pouco mais de 100 quilômetros no domingo. Pra uma prova do brasileiro de enduro, pode parecer pouco. Mas pelo tempo de prova já dava pra perceber que não seria tão fácil assim. No sábado eram cerca de 5h30 e no domingo cerca de 6 horas de prova.

Na sexta a cidade já estava cheia e no briefing o diretor de prova, Márcio Miranda, já alertava que a prova não seria fácil. Não teria nem um lugar impossível, mas a quantidade de trilhas iria minar os pilotos aos poucos e o condicionamento seria fundamental.

Daniel Crema fez sua estreia pela equipe Geração Yamaha - Crédito: Janjão Santiago

Daniel Crema fez sua estreia pela equipe Geração Yamaha – Crédito: Janjão Santiago

O início de prova no sábado foi em meio a uma mata com muitas raízes e terreno muito escorregadio, em cerca de 30 minutos de muitas trilhas. Essa parte foi a mesma pra todas as categorias e todos os pilotos tiveram que se virar no liso. Depois de muitas trilhas e muitos balaios e pegadinhas no roteiro, onde a atenção era fundamental, os pilotos chegaram à localidade da Ponte de Pedra, onde aconteceriam os dois neutros da prova. Sim, a organização preparou dois neutros durante o dia, já prevendo que os pilotos precisariam de um tempo pra pegar e recuperar o fôlego.

E foi a partir daí é que a coisa pegou. Como a organização preparou três percursos diferentes, a partir do primeiro neutro o nível foi aumentando, dependendo da categoria. Para os pilotos da Master, o Portal do Inferno foi o ponto alto da prova, local onde só eles passaram. E se não bastasse, passaram pelo local quatro vezes! Nessa hora os neutros técnicos serviam apenas para diminuir o atraso. E se os pilotos da Master estavam tendo que encarar dificuldades, para as outras categorias a situação não era diferente. Muitas pedras, degraus e dificuldades para todos.

Pedro Henrique Castro Lage lidera o Brasileiro de Enduro - Crédito: Janjão Santiago

Pedro Henrique Castro Lage lidera o Brasileiro de Enduro – Crédito: Janjão Santiago

E depois de muito esforço, mais uma vez os pilotos chegaram à localidade da Ponte de Pedra. E nesse momento já era possível ver o semblante de exaustão na maioria dos pilotos. A partir daí a prova ficou um pouco mais tranquila, mas os pilotos não podiam desgrudar os olhos da planilha, já que os balaios e pegadinhas continuavam, para medir a habilidade também no roteiro. E pra acabar de extrair o restante de forças, um final de prova ainda em mata fechada, com terreno ainda mais liso que no início da prova e mais balaios, até chegarem à praia da cidade, que já estava com estrutura montada para uma grande festa, com apresentação de freestyle Motocross e shows musicais.

A prova de domingo prometia ser tão dura quanto a de sábado. O problema é que São Pedro resolveu também medir como estava o condicionamento dos pilotos e mandou água durante a noite.

As trilhas que já estavam lisas no sábado ficaram ainda mais lisas. E a primeira parte da prova foi toda dentro de matas, com muitos balaios, raízes, lama e pra “melhorar”, muitas pedras lisas.

O neutro principal foi no mesmo ponto de largada, na praia da cidade. E depois de se recuperarem da primeira parte, os pilotos partiram pra segunda parte da prova. Dessa vez o terreno estava um pouco mais seco e no lugar de pedras lisas, muitas pedras cascudas, subidas de cascalho e lajes de pedra. A variedade de trilhas e tipos de terrenos durante a prova era impressionante.  a prova foi marcada pelo alto nível técnico.

Quem subiu ao degrau mais alto do pódio da Categoria Master ao final dos dois dias foi o piloto capixaba Jomar Grecco. O piloto da KTM venceu os dois dias de prova e consolidou ainda mais a liderança do Campeonato Brasileiro de enduro, após 6 etapas disputadas.

Jomar Grecco venceu os dois dias de prova - Crédito: Janjão Santiago

Crédito: Janjão Santiago

“Sabendo da tradição do Regularidade em Minas, eu tinha certeza que lá encontraria grandes adversários. Foi uma das provas mais difíceis que já disputei em todos estes anos de Regularidade. Exigiu preparo físico, técnica e muito da navegação com referencias de até 10 em 10 metros. O terreno muito liso e cheio de pedras não deixava a moto tracionar, mas gosto de provas duras e consegui me sobressair garantindo a vitória. No campeonato consegui 50 importantíssimos pontos e abri uma boa vantagem para o segundo colocado, não posso dizer que sigo folgado pois ainda temos muitas etapas pela frente e muita coisa vai rolar ainda”, declara o piloto capixaba.

Álvaro Amarante (KTM) ficou com a segunda colocação na somatória dos dois dias de prova. Na terceira colocação, ficou o mineiro Mário Vignate (KTM). Guilherme Cascaes (Yamaha) foi o quarto enquanto Eduardo Shiga (TM) foi o quinto.

Daniel Barp Crema, fazendo sua estreia pela equipe geração Yamaha, ficou com a sexta colocação e assumiu o segundo lugar na classificação geral do campeonato, já que o paranaense Emerson Loth Bombadinho (Sherco) ficou em terceiro lugar na disputa de sábado, mas passou mal no domingo e não completou a prova.

Bombadinho está empatado com Crema na segunda colocação do Campeonato - Crédito: Janjão Santiago

Crédito: Janjão Santiago

“A prova estava pesada e ontem perdi tempo arrumando a corrente da moto. No domingo passei muito mal e ainda não sei direito o que ocorreu. Senti vertigem e pressão baixa, posso ter batido a cabeça em um galho de árvore que havia no caminho. Tive que abandonar a prova, os exames mostraram que está tudo bem”, explicou Bombadinho.

Na categoria Sênior os mineiros fizeram a festa e ocuparam os cinco degraus do pódio. E os pilotos locais, de Lagoa da Prata, ocuparam as duas primeiras colocações: Charles Pio foi o  melhor do fim de semana e Erlon Bessa o segundo colocado. Na terceira colocação ficou Fábio Coelho Amaral. Pedro Henrique Castro Lage ficou com a quarta colocação, mas assumiu a liderança da categoria no Campeonato Brasileiro. Na quinta colocação ficou Wemerson de Paula “Eminho”.

Sandro Hoffmann venceu os dois dias de prova - Crédito: Janjão Santiago

Sandro Hoffmann venceu os dois dias de prova – Crédito: Janjão Santiago

Na categoria Over 40 o capixaba Sandro Hoffmann mostrou superioridade e venceu os dois dias do Enduro do Velho Chico e continua na liderança da categoria. O mineiro Edson Maciel foi o segundo colocado e o paranaense Clécio Hiert o terceiro.

Na categoria Over 50 o paranaense Péricles Dutra conquistou duas vitórias e está na liderança do campeonato. Em segundo ficou o também paranaense Eduardo Dranka e na terceira colocação o mineiro Cleber Esteves Sacramento.

Na Over 55 o paulista de Jandira, George Parik, assumiu a liderança depois de vencer os dois dias de prova. O gaúcho Altair Bordignon ficou na segunda colocação e o mineiro Amilar Rodrigues foi o terceiro.

Na Categoria Junior mais cinco mineiros ocuparam todos os degraus do pódio. Quem venceu foi o piloto da cidade de Moema, Huarllen Leonan de Souza. Em segundo ficou o mineiro de Campos Gerais, Hétory Prosperi e na terceira colocação o belorizontino Bruno Mourão, que lidera o Campeonato Brasileiro. Em quarto ficou Tainan Silva, de Lagoa da Prata e na quinta colocação Jamir Garcia, de Arcos.

Entre os Novatos Adilson Donizete Alves, de Lagoa da Prata, venceu a prova. Euler Vanzela, de Campos Gerais, foi  o segundo colocado e Éder Brandão, de Betim, o terceiro. Na quarta colocação ficou Gustavo almeida, de São Tiago e na quinta colocação Ismael Júnior, de Lagoa da Prata.

Confira o resultado da prova: Ranking Enduro do Velho Chico

A próxima prova do Campeonato Brasileiro acontece em terras baianas, com o Transbahia, nos dias 24, 25 e 26 de Abril. As inscrições podem ser feitas clicando AQUI.

Crédito das fotos: Janjão Santiago

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s