Vai ser dada a largada pro Brasileiro de Enduro FIM: 4º Enduro Master Racing, em Ibiraci/MG, é neste final de semana

master ibiraci 001

No próximo final de semana, dias 14 e 15 de março, a cidade de Ibiraci/MG, vai sediar a abertura do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM. A prova também será válida pelas 2ª e 3ª etapas do Campeonato Mineiro. A famosa Serra da Canastra será o palco das disputas mais uma vez, com as suas desafiadoras trilhas e belezas ímpares.

Em sua quarta edição, o Enduro Master Racing já se destaca como uma das etapas mais técnicas e exigentes do calendário, com deslocamentos por trilhas e especiais duras. Para a edição desse ano os organizadores prometem manter essas características e utilizar tudo que a geografia da região oferece.

O fato de pertencer a região da serra da Canastra faz com que Ibiraci possua no seu entorno inúmeras trilhas, com graus de dificuldade variados e diferentes tipos de piso e relevo, ou seja, o cenário ideal para a prática do Enduro. Somadas a esses atributos naturais, os organizadores prepararam trechos com obstáculos artificiais e elaboraram especiais como o inédito Super Test, que é uma mistura de um Enduro Test com um Cross Test, formando um trecho bastante variado.

master ibiraci 002A PROVA Cada volta terá 50 km, em um percurso muito bem elaborado e bons deslocamentos por trilhas e estradas da região. Haverá três especiais no trajeto dos pilotos, um Cross Test, um Super Test e um Extreme Test, com tempo estimado de 2h10min por volta.

No sábado, os pilotos terão que fazer 3 voltas completas, sendo que na primeira somente o Extreme Test será para reconhecimento e as outras especiais já serão cronometradas. No domingo, mais duas voltas valendo todas as especiais. O forte calor, característico dessa época do ano, representa mais um obstáculo e vai exigir dos competidores um bom preparo físico e boa hidratação. Além disso, existe a possibilidade de pancadas de chuva, que pode alterar o desempenho nas especiais.

De acordo com Maurício Brandão, presidente da Federação de Motociclismo do Estado de Minas Gerais e diretor de Enduro da CBM, a modalidade vem se desenvolvendo tecnicamente dentro e fora das trilhas e hoje temos pilotos profissionais e equipes fortes.

“Buscamos a profissionalização do esporte em todos os aspectos que envolvem a competição, desde as trilhas até a infraestrutura para receber pilotos e equipes, passando pela apuração, segurança, parte promocional, premiação e divulgação do evento. Criamos um padrão que vem se mostrando adequado para o Enduro e que pode ser adaptado para outras modalidades” – afirmou o dirigente.

CATEGORIAS E NUMERAÇÃO O campeonato deste ano trouxe algumas alterações nas suas categorias. As principais são a criação da Categoria Júnior (EJ) para pilotos de até 23 anos de idade. A categoria E4, anteriormente chamada de Nacional, passa a ser “Categoria Light”, para motocicletas até 28cv, nacionais ou importadas.

Visando também uma maior identificação dos pilotos com o público, ficou instituído a numeração fixa para os pilotos. A partir de 2015 o piloto passa a ter um número fixo, permanente, indo do número 2 ao 99, já que o número 1 é reservado ao campeão da temporada, se ele quiser usar. Em 2015 não teremos o número 1, já que o detentor, o português Luis Oliveira, retornou a Portugal e não vai participar do Campeonato Brasileiro (Confira abaixo a numeração dos pilotos na temporada).

Confira a lista completa de pilotos e seus números, divulgado pela CBM:
Relação Pilotos e numeração 2015 – Enduro FIM

 

Zanol Team Rinaldi/ASW - Crédito: Divulgação/MauHaas

Zanol Team Rinaldi/ASW – Crédito: Divulgação/MauHaas

PILOTOS E EQUIPESA temporada começa com mudanças e surgimento de novas equipes na modalidade. A equipe do multicampeão Felipe Zanol, que esse ano passa a chamar Zanol Team Rinaldi ASW, continua com os pilotos Julio Ferreira (E2 – #4) e Bruno Martins (E4 – #6). A eles se juntam Rômulo Bottrel (E1 – #22), Michel Cechet (E3 – #5) e Vinicius Luis Lopes (EJ – #24).

A Orange BH KTM Racing trouxe dos EUA o piloto Ian Blythe (E1 – #46). Ele terá como companheiros de equipe os pilotos Rigor Rico (E2 – #21), Bruno Crivilin (EJ – #11) e Luiz Felipe Braga Bastos (E3 – #29).

Team KTM Sacramento - Crédito: Divulgação/Team KTM Sacramento

Team KTM Sacramento – Crédito: Divulgação/Team KTM Sacramento

O Team Sacramento KTM terá os pilotos Nielsen Bueno (E3 – #35), Gustavo Pellin (E3 – #44), Tavinho Carradori (EJ – #65), Murillo Caipirinha (EJ), Vinicius Calafati (EJ – #32) e Fábio Wolf (E35 – #48).

A Equipe Motofield vem com Ronald Santi (EJ – #9), Luiz Renan Bueno, Evandro Bozetti (E45 – #55), Tainá Aguiar (EF – #118) e Janaina Souza (EF).

Rigor Rico, piloto Orange BH KTM Racing - Crédito: Divulgação / Y.Sports

Rigor Rico, piloto Orange BH KTM Racing – Crédito: Divulgação / Y.Sports

A equipe 3R Motos/Rinaldi/Orange será formada pelos pilotos Ripi Galileu (E3 – #12), João Vitor Ferreira Lima (E1 – #3) e Riago Dylan (E1 – #123).

A Equipe Fast Brothers é formada pelos pilotos Gianino Coscarelli (E2 – #218), Lucas Nunes (E2 – #18) e Gabriel Badaró (E3 – #14).

O 4º Enduro Master Racing, tem o patrocínio da Pro Tork, Jett e Master Racing, com supervisão da Federação de Motociclismo do Estado de Minas Gerais e da Confederação Brasileira de Motociclismo. O evento conta ainda com o apoio da Prefeitura Municipal de Ibiraci-Mg.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s