Zanol Team Rinaldi/ASW apresenta seus pilotos para a temporada 2015

Crédito: Divulgação/MauHaas

Crédito: Divulgação/MauHaas

Felipe Zanol apresentou neste domingo, na festa da de 29 anos da ASW, seus pilotos para a temporada deste ano. Dos tres pilotos da temporada passada, dois foram mantidos e mais três contratados para defender as cores da equipe em 2015.

Zanol tem planos ambiciosos para 2015 - Crédito: Divulgação/MauHaas

Zanol tem planos ambiciosos para 2015 – Crédito: Divulgação/MauHaas

A equipe, que contava com três pilotos, passará a contar com cinco. Julio Ferreira e Bruno Martins permanecem na equipe. Bruno permanece na categoria Nacional mas já começa a treinar com a moto 250cc visando a temporada 2016. Júlio vai disputar a E2. Ex adepto do motocross, Julio vem evoluindo a cada prova no Enduro. Além dos dois, farão parte da equipe os mineiros Rômulo Bottrel e Vinicius da Musa, além do gaúcho Michel Cechet. Bottrel, melhor brasileiro do campeonato em 2014, vai correr na E1 além de participar de algumas provas do Mundial. Cechet vai correr na E3 e Vinicius na Categoria Júnior.

A filosofia de trabalho de Felipe Zanol, um dos maiores pilotos que o fora de estrada brasileiro já conheceu, segue a mesma: elevar o nível do enduro nacional através da evolução de seus pilotos e da sua estrutura. O Zanol Team Honda (nome da equipe na temporada passada) conquistou 12 dos 13 títulos que disputou e ainda foi Vice no único que lhe escapou. Para esta temporada, a ambição da equipe é ainda maior: vencer nas cinco categorias que irá disputar no Campeonato Brasileiro e as três da Copa EFX.

Felipe Zanol, chefe do Zanol Team Rinaldi ASW explica:

Zanol Sertões“Ano passado foi especial para nós. Vencer 12 de 13 títulos foi mais do que esperávamos, mas a minha filosofia de trabalho, aquilo que construí ao longo da minha carreira de piloto, não chegou a ser plenamente incorporada pela equipe. Fizemos várias mudanças para 2015, tendo como objetivo ampliar a nossa participação para mais categorias no Brasileiro. E escolhemos com calma e critério cada um dos nosso pilotos. Permanecem no time o Bruno Martins, que segue mais um ano na categoria Nacional, mas que já começa, este ano, a treinar com uma 250 visando mudar de classe em 2016. Quero que ele suba de categoria já em condições de brigar pela ponta e acho que este ano de transição será importante para ele. Outro que permanece conosco é o Júlio Cesar, que competirá na E2. O Júlio evoluiu demais ao longo da temporada passada, é um piloto muito forte e bem preparado, que precisa polir sua pilotagem, andar com mais suavidade para poder brigar pela liderança na classificação geral. Vai ter outra pedreira pela frente, desta vez enfrentando um americano na sua categoria, a E2. Vai ser muito bom para ele.
As novidades estão na chegada de Michel Cechet na categoria E3. Ele tem bastante experiência e vários títulos na carreira, e vai certamente acrescentar muito para a equipe este ano. Estamos fazendo um trabalho físico interessante com ele, baseado no meu próprio plano de trabalho de atleta, que irá ajudá-lo a ter maior resistência para manter-se veloz ao longo de toda a especial. É um sério candidato ao título da E3 no Brasileiro e vai lutar pelas primeiras colocações na geral. Vinicius Musa será nosso representante na categoria Júnior e um piloto a ser trabalhado para o futuro, embora já nesta temporada irá também lutar pelo título na sua categoria. Ele ainda tem bastante a evoluir, mas este é um trabalho que faremos com bastante dedicação, mesclando a minha própria experiência com a dos outros pilotos do time. Isso vai ajudar muito no crescimento do Vinicius. A grande novidade para nós é a chegada do Rômulo Bottrel ao Zanol Team Rinaldi/ASW. Acompanho a carreira do Rômulo desde muito cedo e fui um dos responsáveis pela vinda dele para o Enduro. É hoje o melhor piloto brasileiro da modalidade, mas é chegada a hora dele dar vôos ainda maiores. Acredito que a minha experiência será importante para o desenvolvimento desta nova fase da vida dele. O Rômulo é candidato ao título da geral e da classe E1, mas queremos ainda mais dele. Esta semana ele embarca para Portugal, onde ficará por 20 dias treinando com as mesmas pessoas com as quais competi quando disputei o campeonato Português e o Mundial. Serão dias importantes de treinamento numa rotina diferente daquela na qual ele está habituado. Precisamos levar o Rômulo para o nível do enduro na Europa. Ele ainda irá disputar este ano as etapas do Mundial em Portugal e na Espanha. Será um ano duro de trabalho para ele, mas acreditamos muito no seu potencial. Formamos uma equipe vencedora em 2014 e os objetivos para esta temporada não são diferentes: Vencer é a meta mais uma vez! A diferença é que agora temos pilotos em cinco diferentes categorias do Brasileiro e vamos lutar pelo título em todas. Além disso, acredito que com esta formação, será mais fácil de implementar minha filosofia de trabalho. Os meninos vão suar a camisa este ano. Os campeonatos começam em fevereiro e não vemos a hora de ir para a largada da primeira especial.”

O Zanol Team RINALDI/ASW conta com o patrocínio de RINALDI, ASW e HONDA, e o apoio de Motul, Edgers, BMS, Scud, MotoGerais, Ingá e MR Pró.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s