Sonho adiado – Etapa do Mundial de Enduro no Brasil é cancelada

Parque Fechado FAce

Por Janjão Santiago

Se o ano de 2014 foi excepcional para o Enduro FIM no Brasil, com a realização do melhor campeonato de todos os tempos (Veja Aqui), 2015 tem tudo pra ser ainda melhor com novas e fortes equipes, o grande entusiasmo dos organizadores das provas e, claro, o processo natural com o surgimento de novos talentos.

Mauricio Brandão realizou em 2014 o Ibero-americano e recebeu o aval da Federação Internacional de Motociclismo para fazer a etapa de abertura do Mundial

Mauricio Brandão realizou em 2014 o Ibero-americano e recebeu o aval da Federação Internacional de Motociclismo para fazer a etapa de abertura do Mundial

Ainda assim o ano novo começa com uma ducha de água fria. Depois do Ibero-Americano de Enduro e do aval da FIM para a realização da etapa de abertura do Campeonato Mundial de Enduro aqui no Brasil, com a presença dos melhores pilotos do mundo, infelizmente o sonho está adiado.

Uma prova deste nível tem um custo considerável e para sua realização é necessário a parceria de muitos envolvidos. Visionário e grande responsável pelo crescimento e maturação do esporte no País, Maurício Brandão lutou até o fim para concretizar este sonho. Mas, infelizmente, teve que jogar a toalha…

Adiada então a oportunidade de ver de perto as disputas entre os pilotos Pela Renet, Cervantes, Nambotin, Matthew Phillips, Matti Seistola, dentre vários outros, correndo por aqui junto dos pilotos brasileiros.

Comissários da FIM acompanharam de perto a realização do Ibero-americano e gostaram muito do que viram por aqui, dando sinal verde para a realização do Mundial

Comissários da FIM acompanharam de perto a realização do Ibero-americano e gostaram muito do que viram por aqui, dando sinal verde para a realização do Mundial

Apesar de grandes empresas do País acreditarem neste sonho e na possibilidade de se realizar um evento dessa envergadura no País, como é o caso da Pro Tork e da ASW – além da Prefeitura e da Câmara Municipal de Patrocínio – seria necessário muito mais; e nem todas as empresas envolvidas no esporte viabilizaram a realização de uma etapa do mundial por aqui.

A situação econômica do País, com a projeção de uma crise e de uma forte recessão, também contribuíram para isso. Além disso, atrapalharam as negociações a mudança de governo em Minas e a nomeação de um novo ministro dos Esportes. Várias reuniões foram realizadas em Belo Horizonte e em Brasília, muitas promessas feitas, mas infelizmente não foram efetivadas, apesar do compromisso de viabilização dessa ajuda para o próximo ano. O novo secretário estadual de Esportes em Minas (Carlos Henrique) e o novo Ministro dos Esportes (George Hilton), ainda estão tomando pé da situação em que receberam suas pastas e não haveria tempo hábil para que essa parceria fosse viabilizada, já que os prazos são curtos.

O finlandês Eero Remes, vice-campeão mundial em 2014, esteve no Brasil participando do Ibero-americano

O finlandês Eero Remes, vice-campeão mundial em 2014, esteve no Brasil participando do Ibero-americano

Depois de uma etapa em nível internacional – o Ibero-Americano de Enduro em Patrocínio – com a presença de estrangeiros e do vice-campeão mundial de 2014, o finlandês Eero Remes, o sonho da realização estava cada vez mais perto, inclusive com os comissários da Federação Internacional de Motociclismo bem satisfeitos com o que viram por aqui.

Maurício Brandão, presidente da Federação de Motociclismo do Estado de Minas Gerais e também diretor de enduro da Confederação Brasileira de Motociclismo, moveu “mundos e fundos” para que o Brasil fizesse parte do calendário Mundial. Abriu mão de seu tempo, do seu trabalho (e chegou inclusive a colocar dinheiro do próprio bolso, como no caso da realização do Ibero-Americano), se esforçando como ninguém pelo esporte. Foram diversas as reuniões com empresários e políticos por todo o Brasil. Tentou de todas as formas, mas, infelizmente, teve que desistir – ainda que momentaneamente – desse sonho. O que era possível fazer foi feito.

Como sempre no Brasil, faltaram os apoios e mais pessoas que acreditassem nesse projeto para que ele fosse viabilizado. Mas o sonho não acabou, foi apenas adiado. Vamos agora torcer para que a etapa brasileira do Mundial se realize em 2016. O primeiro passo foi dado.

 

Mundial de Superenduro no Mineirinho, em Belo Horizonte

Taddy Blazusiaki, agora com uma KTM 300 2 Tempos, estará no Brasil - Crédito: Divulgação

Taddy Blazusiaki, agora com uma KTM 300 2 Tempos, estará no Brasil – Crédito: Divulgação

Se a etapa de abertura do Mundial de Enduro foi cancelada, a penúltima etapa do Campeonato Mundial de Superenduro, marcada para o dia 28 de fevereiro em Belo Horizonte, está confirmadíssima. Não que a situação seja melhor, pois Sebastião Lago, organizador do evento, também teve que enfrentar muitas dificuldades pela falta de apoio.

A diferença – e o que tornou possível a realização do evento – é que o Mundial de Superenduro acontece em um recinto fechado. Com isso, há a possibilidade de comercialização dos ingressos, gerando uma possibilidade de renda extra ao evento, fato que não acontece no Mundial de Enduro, já que é uma prova aberta, acontece nas trilhas. Mas, assim como Maurício Brandão, muitas são as dificuldades enfrentadas por Sebastião que, após muitas reuniões e encontros com políticos e empresários, tem um caminho árduo para conseguir apoiadores pro seu evento.

O Mundial de Superenduro acontece no dia 28 de fevereiro e as vendas já estão sendo realizadas. Quem quiser conferir de perto os melhores pilotos do mundo da modalidade, como Taddy Blazusiak, Johny Walker, David Knighjt, Cody Webb, Colton Haaker, Alfredo Gomez, dentre outros, tem três opções à sua escolha: Arquibancada, Cadeira e Camarote.

Mapa do Local - Clique para Ampliar

Mapa do Local – Clique para Ampliar

A Arquibancada está sendo vendida por R$ 90,00 (com a camiseta oficial fica por R$140,00). Situada no anel superior do Mineirinho, tem uma visão do alto de todo o circuito montado no centro do ginásio.

Já a Cadeira pode ser adquirida por R$180,00 (com a camiseta oficial do evento fica por R$230,00). Fica no mesmo nível da pista e dali o público tem uma visão bastante próxima da pista.

O Camarote VIP tem uma série de vantagens e benefícios exclusivos. O local permite visibilidade privilegiada, estando bem próximo da pista, fazendo o público se sentir praticamente dentro do evento, conta com serviço de Open Bar (com uma nova equipe em relação ao ano passado, garantindo melhores serviços), portaria exclusiva, visitas aos boxes, sessão de autógrafos com os pilotos e camiseta oficial do evento já inclusa no preço. O valor praticado é R$ 450,00 por pessoa.

*Pilotos filiados a Federação de Motociclismo do Estado de Minas Gerais tem desconto exclusivo de 30% na compra dos ingressos.

Para adquirir seu ingresso, visite o site oficial do evento: www.mundialdesuperenduro.com.br

Programação:

Mundial de Superenduro 2014 - Crédito: Supertrilha

Mundial de Superenduro 2014 – Crédito: Supertrilha

Este ano o evento tem programação diferente. Os treinos começam às 13 horas e são abertos ao público (no ano passado o acesso só foi liberado para as corridas). Esse horário a pista será liberada para treinos livres e treinos de largada. Às 15 horas começam os treinos cronometrados e baterias classificatórias. Às 19 horas começa o evento oficial, com apresentação dos pilotos e definição da Superpole, onde são definidas a ordem de largada (escolha no gate). Logo após, começam as disputas.

Confira a programação completa:
13.00:  PRESTIGE B (exceto Grading List) treino livre (16 pilotos), 6’ + treino de largada
13.12:  JUNIORS treino livre (16 pilotos), 6’ + treino de largada
13.24:  1ª treino livre para PRESTIGE A (Grading List+ WILD CARD) (total 11 pilotos) 6’
13.35:  NACIONAL  – treino livre – 6’
13.45:  Recuperação da pista

15.00:  PRESTIGE B (exceto Grading List) treinho cronometrado, 6’
15.12:  JUNIORS treino cronometrado, 6’
15.24:  2º treino livre PRESTIGE A  6’ + treino de largada

5.36:  PRESTIGE B bateria classificatória (16 pilotos ) 3 classificam – 6’ + 1 volta
15.50 : 15’ de intervalo (recuperação da pista)
16.05:  PRESTIGE B last-chance heat (12 pilotos – 2 classificam), 6’ + 1 volta
16.20:  NACIONAL – treino cronometrado 6’
16.35:  PRESTIGE treino cronometrado (16 riders), 6’
16.50  NACIONAL – corrida classificatória, 5’ + 1 volta
17.00:  FIM DOS TREINOS E CLASSIFICATÓRIAS

INTERVALO – ATRAÇÕES EXTERNAS

MAIN EVENT – FINAIS

9.00: Apresentação dos pilotos “Grading List” + 2 “stars”
19.15: intervalo
19.25: PRESTIGE Super Pole (8 pilotos)
19.40: JUNIORS 1ª Final – 6’ + 1 volta
19.55: PRESTIGE 1ª Final – 6’ + 1 volta
20.10: 1ª bateria National – 5’ + 1 volta
20.20: intervalo
20.35: 2ª Final JUNIOR (ordem invertida) 6’ + 1 volta
20.50: 2ª Final PRESTIGE (ordem invertida) -6’ +1 volta
21.05:  Miss SUPERENDURO
21.20:  Final NACIONAL ( 5’ +1 volta) + Pódio National
21.35 : 3ª Final JUNIOR – 6’ + 1 volta
21.45 : Pódio JUNIOR
21.50 : 3ª Final PRESTIGE – 6’ + 1 volta
22.05 : Pódio Prestige 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s