Como o mercado vê a chegada da KTM ao Brasil

Pró-Moto-124-2Até o início dos anos 2000, a KTM (bem como as demais motos europeias) era vista com uma certa reserva pelos amantes do motociclismo fora de estrada no Brasil. Tal como os norte-americanos, tínhamos uma preferência pelas motos japonesas, já que eram mais modernas e principalmente, duráveis que as fabricadas na Europa. Embora fosse forte e carregasse bons componentes em sua fabricação, especialmente em termos de suspensão e ciclística, não era fácil vender uma KTM no Brasil.

O preconceito dos motociclistas das Américas, em relação às motos europeias era tão grande que, em 2003, após ser contratado pela KTM para correr o AMA Supercross, Jeremy McGrath, um dos pilotos mais vitoriosos dos Estados Unidos, declarou em uma importante entrevista o seguinte: “Eu VOU vencer com minha KTM”, como se fosse algo impossível. Para aquela época, era algo no mínimo ‘impensável’ aos norte americanos.

CONTINUE LENDO: CLIQUE AQUI

Caso você não tenha como encontrar a Pró Moto na banca mais próxima ou na sua cidade, pode receber em casa. Para isto basta fazer seu pedido pelo link a seguir: revistapro.com.br/ExemplaresAvulsos 

Para assinar a Revista Impressa, clique em: revistapro.com.br/Assinatura-Nova

Se preferir, pode baixar sua versão digital e ler a Revista agora mesmo em seu PC, Tablet ou Smartphone:

Iphone ou Ipad, clique aqui
Celular ou Tablet com Android, clique aqui

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s