Mundial de Enduro: Nambotin, Meo e Cervantes vencem primeiro dia – Confira o vídeo deste sábado

Antoine Meo foi o vencedor na categoria E2 no primeiro dia do Mundial de enduro

Antoine Meo foi o vencedor na categoria E2 no primeiro dia do Mundial de enduro

O tempo estava perfeito em Solsona, na Catalunha. A primeira etapa do Mundial na Espanha não podeia ter condições melhores para público e pilotos. E os pilotos que sairam na frente neste sábado foram, Christophe NAMBOTIN na E1, Antoine MEO na E2 e Ivan CERVANTES E3. Danny MCCANNEY, da Grã-Bretanha, registrou a primeira vitória da temporada na categoria Enduro Júnior enquanto Laia SANZ (Honda) dominou categoria Feminina.

Nambotim venceu o primeiro dia na E1

Nambotim venceu o primeiro dia na E1

Sem perder tempo na adaptação a Categoria E1, Christophe NAMBOTIN, da KTM, atual campeão do Mundo na E3, teve uma vitória tranquila. A principal disputa foi com o companheiro Cristobal Guerrero,mas mesmo com uma queda, chegou 14 segundos à frente.

“Estou muito feliz por vencer”, confirmou NAMBOTIN. “É apenas o primeiro dia, mas é ótimo para começar a temporada. A categoria é muito disputada e eu acho que vai ser uma boa luta o ano todo.”

Na categoria E2, Antoine MEO, da França, também com uma KTM, mostrou que é o cara a ser batido na temporada. Fez o tempo mais rápido em seis dos 10 testes especiais do dia e consolidou o caminho para uma vitória confortável.

“Foi importante para tentar ganhar o primeiro dia da temporada, mas ele não veio fácil”, explicou MEO. “tive problemas no Extreme Teste, que me custou algum tempo. E como eu comecei no meio do pelotão havia muita poeira em alguns lugares. Mas é fantástico começar com um resultado como este. Estou muito feliz”.

Apesar do esforço, o piloto francês da Beta, Johnny AUBERT, foi incapaz de bater seu compatriota e teve de se contentar com o segundo lugar.

O mineiro Rômulo Bottrel ficou impressionado com o alto nível de exigência das trilhas na Espanha - Foto: divulgação/Brasil no Mundial de Enduro

O mineiro Rômulo Bottrel ficou impressionado com o alto nível de exigência das trilhas na Espanha – Foto: divulgação/Brasil no Mundial de Enduro

Na categoria E3 uma batalha foi travada entre os pilotos Ivan Cervantes e Matt Phillips, ambos de Ktm. Phillips é o atual campeão da categoria Junior, mas CERVANTES garantiu o melhor tempo no Enduro Teste final, que em sua análise, lhe garantiu a vitória.

“Essa foi uma luta incrível com Phillips – eu realmente gostei”, sorriu CERVANTES. ” Nós empurramos um ao outro o dia todo, mas felizmente eu consegui a vitória. É fantástico ganhar a minha primeira corrida de volta na E3, principalmente aqui na Espanha.”

Danny MCCANNEY da Grã-Bretanha (Beta) foi o vencedor da categoria Enduro Júnior no primeiro dia. Mais rápido em seis dos 10 testes do dia, o piloto da Beta teve um início de temporada perfeito. O francês Loic LARRIEU (Husqvarna) foi o segundo e o italiano Giacomo Redondi (Beta) garantiu o terceiro lugar.

Brasileiros

O brasileiro Rômulo Bottrel foi o 19º colocado nesse primeiro dia do Mundial de Enduro na Espanha. Sem esconder que o seu principal objetivo é adquirir experiência, o atual campeão brasileiro considerou o dia bastante válido, já que esteve lado a lado com os melhores do mundo e enfrentou trilhas com alto grau de exigência.

Bottrel conquistou a 19ª colocação - Foto: divulgação/Brasil no Mundial de Enduro

Bottrel conquistou a 19ª colocação – Foto: divulgação/Brasil no Mundial de Enduro

“Aprendizado!! Foi a palavra pra descrever o dia de hoje, onde senti realmente o que é uma etapa de Mundial de Enduro, com deslocamentos de uma hora e com trilhas muito difíceis. O dia foi bem puxado, mais muito bom, pra aprender e melhorar nas próximas. Visto o que enfrentei hoje estou muito satisfeito com meu resultado, agora é buscar acostumar com a moto e com o estilo de prova que é muito diferente do nosso. Vamos lá!! Um abraço a todos amanhã tem mais!”

O português Luis Oliveira, que participa do Mundial filiado a CBM e representando o Brasil pela equipe Zanol Team, se recuperou do mau resultado no Super Teste da sexta-feira e conquistou a 9ª colocação, a pouco mais de 2 minutos do líder na Categoria Enduro Júnior.

Luis Oliveira, do Zanol Team

Luis Oliveira, do Zanol Team – Foto: divulgação/Brasil no Mundial de Enduro

“Comecei o dia com algumas dificuldades em encontrar o ritmo do “mundial” com esta 450cc, mas com o passar das especiais consegui melhorar. Tinha um atraso de cerca de 27 seg – devido à queda de ontem no Super Teste e acredito que a recuperação de hoje foi positiva. Sinto-me bem fisicamente e o objetivo passa a ser melhorar durante a prova de amanhã. Obrigado por todas as mensagens de apoio.”

O mineiro Vitor Borges Garcia, que também disputa a categoria Enduro Júnior, teve dificuldades e fechou o dia na 30ª colocação. O nível das trilhas enfrentados é completamente diferente do que está acostumado no Brasil, mas o que tem valido a pena é o aprendizado e a troca de experiências, segundo o piloto.

O mineiro Vitor Borges Garcia tem usado o Mundial como forma de adquirir experiência - Foto: Divulgação/Brasil no Mundial de Enduro

O mineiro Vitor Borges Garcia tem usado o Mundial como forma de adquirir experiência – Foto: Divulgação/Brasil no Mundial de Enduro

Não tem sido nada fácil, principalmente o Extreme Teste. Cumprir os horários do CH também não são fáceis. A duração da prova é de mais ou menos 7 horas, e sempre com trilhas que exigem bastante dos pilotos, o tempo todo. Isso é Mundial!

Confira o vídeo deste sábado no Mundial:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s