Brasileiro de Enduro FIM: Tem brazuca empurrando os gringos!!

_Camp

Se enganou quem pensou que o Campeonato Brasileiro de Enduro Fim deste ano seria uma disputa entre um português e um francês. Tem brasileiro colocando água no chopp dos gringos!

Em uma entrevista ao site MotoX o piloto e agora chefe de equipe Felipe Zanol disse que o que falta para o esporte engrenar de vez no Brasil são referências. “Falta um atleta de destaque no país. Um exemplo é o Alexandre Barros e o que ele fez com a motovelocidade no Brasil”. Não fosse o acidente que o afastou das competições, Zanol poderia ter sido essa referência. Mas agora, na abertura do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM, pode ser que a gente esteja vendo surgir uma nova referência, já que tivemos um piloto brasileiro disputando – e vencendo – pilotos de ponta da Europa que vieram competir no Brasil. Um brasileiro que tem planos de participar também de provas internacionais.

O Campeonato Brasileiro de Enduro FIM começou a 1000. A modalidade que mais cresce no país começou com as empresas fazendo investimentos pesados em pilotos e trazendo de fora alguns talentos com títulos importantes no currículo. É o caso da equipe satélite Honda, a Zanol Team, que trouxe de Portugal a jovem promessa Luis de Oliveira. A Sherco também não ficou atrás e importou um francês: Adrien Metge.

Mas foi um piloto brasileiro que chamou a atenção em Ibiraci. Enquanto todos queriam ver a disputa Metge X Oliveira, foi o mineiro Rômulo Bottrel quem pulou na frente, deixando os dois gringos pra trás. Atual detentor do Nº 1, Bottrel venceu o primeiro dia de prova, com Luis de Oliveira na segunda colocação (-10 segundos) e Adrien Metge (-1m06) em terceiro. Bottrel e Oliveira disputam a E1 com motos de 450cc, enquanto Metge corre na E2, com uma 300cc.

No segundo dia a vitória ficou com o português Luis Oliveira, que acelerou a sua Honda CRF 450 e conseguiu ficar à frente de Bottrel. Na soma das duas etapas na categoria E1 os dois estão empatados na classificação do Campeonato com 47 pontos cada. Na prova de sábado Adrien Metge foi o 2º colocado no Geral, ficando à frente de Bottrel, e venceu mais uma vez a E2.

Bottrel P3“A abertura do Campeonato foi muito legal, o nível da prova estava bem alto com especiais muito técnicas. Eu venho treinado muito, estou pegando pesado mesmo nos treinos. Fiquei muito feliz de ter ganhado no sábado, os dois estrangeiros tem resultados muito expressivos no Mundial de Enduro e no Six Days. Vou trabalhar cada vez mais pra poder representar o Brasil. Tenho certeza que os brasileiros estarão na torcida, pois sabem que nos estamos alguns degraus em desvantagem aos europeus” afirmou o mineiro – atual Campeão Brasileiro – que está estreando nova equipe, a P3 Racing, agora a bordo de uma motocicleta Beta RR 450.

Vencedor do segundo dia de provas, o português que faz parte da equipe comandada pelo multicampeão e agora chefe de equipe Felipe Zanol, comentou a sua participação nesta primeira prova do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM 2014.

Luis Oliveira 2“Foi muito difícil no sábado, pois não conhecia nada do Brasileiro e ainda larguei atrás. Sabia que não estava rendendo o meu melhor e hoje encarei a disputa de outra maneira. Fiz o que sei e preciso agradecer todo o apoio que estou recebendo aqui no Brasil”, comentou o português.

Com provas muito bem organizadas e o Diretor de Enduro FIM da CBM, Maurício Brandão acompanhando e supervisionando tudo de perto, a modalidade cresce a cada dia e as provas são muito disputadas. Por isso o interesse cada vez maior das marcas na modalidade, patrocinando provas e pilotos. Maurício tem feito um trabalho brilhante já há algum tempo, mas faz questão de dividir o mérito com os organizadores das provas.

Mauricio Brandão 3“A etapa foi digna de uma abertura de Campeonato. A grande quantidade de pilotos mais uma vez chamou a atenção e as trilhas da Serra da Canastra novamente exigiram técnica e preparo físico dos pilotos”, ressalta o diretor de Enduro FIM da CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo), Maurício Brandão, que completou: “Os organizadores estão trabalhando duro para que as provas cheguem a esse ponto e a esse nível fantástico de organização. Tenho procurado fazer tudo de forma muito democrática e participativa”. 

Cerca de 150 pilotos aceleraram nas trilhas da Serra da Canastra. E nem mesmo a chuva que caiu no sábado pela manhã prejudicou o espetáculo. As disputas animaram o público presente e mostrou que a briga será equilibrada não só lá na frente, mas em todas as categorias.

O francês Adrien Metge venceu os dois dias de prova na E2

O francês Adrien Metge venceu os dois dias de prova na E2

Na categoria E2, o francês Adrien Metge levou a melhor nos dois dias de prova e lidera o campeonato com 50 pontos. O pilto Júlio Ferreira, do Zanol Team, foi o vice-campeão na prova. Já Rigor Rico, que defende o título da categoria, ficou na segunda colocação na primeira etapa, mas no domingo não foi tão bem, ficou na 7ª posição, por causa de uma queda. Ainda assim terminou a prova de abertura na 3ª colocação.

Rigor Rico - Foto João Victor Campos

Rigor Rico – Foto João Victor Campos

“Fui o segundo colocado no sábado e hoje levei um tombo que comprometeu bastante a prova. Perdi mais de cinco minutos e fiquei em sétimo, com o terceiro lugar na soma dos dois dias. Não foi como eu gostaria, mas não foi o pior resultado. Ainda tem muito campeonato pela frente, vou trabalhar com bastante foco para reverter nas próximas etapas”, contou Rigor.

Disputa equilibrada também na Over 35. Pélmio de Carvalho Filho e Oriel Casagrande Neto fizeram uma combinação de resultados com uma vitória e uma segunda colocação cada um. Com a inversão dos resultados, os pilotos ficaram empatados na tabela.

Na Over 45 o piloto Jean Pierre, que é o atual campeão da categoria, venceu o primeiro dia de prova e chegou em quarto na segunda prova. Aloisio da Silveira Elias foi melhor. O piloto lidera a classificação com um segundo lugar e uma vitória no domingo.

Bruno Martins e Bruno Ribeiro Crivilin também protagonizaram uma boa disputa na categoria Nacional. Os pilotos se revezaram nas duas primeiras colocações durante as etapas iniciais da competição.

Na categoria Estreantes, Lucas Nunes não deu chances aos demais competidores. O piloto venceu as duas primeiras etapas da competição e saiu na liderança do campeonato. O gaúcho Gilberto Antonio Anceski Filho foi o segundo na prova e João Vitor Ferreira Lima, de BH, o 3º.

Resultados:

Ranking_Geral_Campeonato Brasileiro de Enduro Fim 2014

Ranking_por Categorias Campeonato Brasileiro de Enduro Fim 2014

Resultado_por categorias 1º dia IBIRACI

Resultado_por categorias 2º dia  IBIRACi

Resultado Geral_IBIRACI 1º dia

Resultado Geral_IBIRACI 2º dia

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s