Dakar 2012: Diferença de 21 segundos entre os líderes e Zanol é o melhor das Américas

Zanol conquistou mais duas posições na etapa desta quarta-feira e já é o melhor das Américas

Ao completar dois terços das suas 15 etapas, a surpresa na décima etapa, hoje (11), do Rally Dakar foi a vitória do espanhol Joan Barreda Bort, à frente do também espanhol Marc Coma e do francês Cyril Despres. Os dois no entanto continuam à frente da classificação geral. Després está apenas 21 segundos à frente de seu companheiro de equipe Marc Coma. Os dois brigam entre si para ver quem conquista o tetracampeonato, já que ambos são tricampeões do Dakar.

No começo da especial de 377 Km o espanhol Barreda e o português Paulo Gonçalves, passaram à frente nos primeiros postos de controle. Entre eles andou também na dianteira desta etapa o português Helder Rodrigues, que se manteve na terceira posição da classificação geral.

ZANOL – O brasileiro Felipe Zanol, mantendo uma sólida performance, avançou mais duas posições com a sua KTM 450 Rally Replica da equipe KTM Brasil, mesmo tendo parado durante o percurso para prestar ajuda ao espanhol Juan Pedrero Garcia, mochileiro de Marc Coma e membro da equipe oficial KTM.

Zanol assumiu nesta quarta-feira o posto de competidor mais rápido das Américas entre as motocicletas do Rally Dakar. O mineiro conquistou mais duas posições na classificação e subiu da 14ª para a 12ª colocação após a décima etapa entre Iquique e Arica, a última que teve o Chile como palco.

O mineiro parte para o último terço do Dakar em boa condição física, já mais à vontade com o sistema de navegação por bússola que só conheceu nesta prova, e andando entre os melhores pilotos do mundo.

Nesta quinta-feira eles encaram a temida etapa maratona com destino a Arequipa. Serão 538 quilômetros de especial e 171 km de deslocamentos, nos quais o auxílio mecânico estará proibido.

“Temos pela frente dias decisivos, quando a moto e o piloto serão levados ao extremo”, apostou Zanol. “Vou carregar um filtro de ar para qualquer necessidade e os itens para marcar a planilha no final do dia.”

Na décima etapa, o percurso incluiu 377 km de especial e 317 km de deslocamento:

“O começo da especial, nas areias de Iquique, foi bastante prazeroso, mas depois eu errei a navegação e desviei da rota por mais de 10 minutos. No final, optei por andar em um ritmo mais suave e acabei perdendo tempo”, explicou o brasileiro.

A prova caminha para deixar o território chileno e entrar pela primeira vez no Peru, onde acaba no próximo sábado, na capital Lima.

Felipe Zanol é piloto da equipe KTM Brasil com patrocínio de Red Bull, Cia do Terno, ASW, Rinaldi, ATS Informática, Mobil, SEEJ e Vedamotors, além do apoio de Água Mineral Ingá, Mr Pró e Brasil Moto Tour.

Anúncios

Um comentário sobre “Dakar 2012: Diferença de 21 segundos entre os líderes e Zanol é o melhor das Américas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s