Dakar 2012: Mudança de líder e Zanol ganha mais uma posição

Depois da etapa realizada nesta segunda-feira, Felipe Zanol subiu mais uma posição no Rally Dakar. O melhor brasileiro na prova está em 15º lugar, de acordo com os resultados extra oficiais.

Na etapa desta segunda-feira, a 8ª deste Dakar 2012, os pilotos encararam uma especial veloz de 477 quilômetros entre Copiapó e Antofagasta, no Chile, sendo que o roteiro incluiu ainda 209 km de deslocamentos.

E a longa especial começou mal para o piloto catalão Marc Coma, primeiro a largar. Vítima de um pequeno erro de navegação durante os primeiros quilômetros da etapa, o atual campeão perdeu quase um minuto.

No entanto, a maré mudou no quilômetro 11.

Coma conseguiu se livrar de um enorme atoleiro, enquanto seu principal rival no Dakar 2012 teve problemas para sair da lama.

Després perdeu cerca de 10 minutos para conseguir tirar sua moto e depois disso teve que acelerar muito para recuperar terreno, enfrentando riscos e muita poeira dos pilotos que conseguiram se livrar do lamaçal.

O espanhol Marc Coma assumiu a liderança, mas a briga entre os dois promete: o espanhol tem apenas 1min6seg de vantagem para o francês Cyril Despres, segundo colocado na competição.

O piloto brasileiro Felipe Zanol, depois de também ter problemas no atoleiro com apenas 11 kms de prova, chegou a cair para a 31ª posição, mas conseguiu se recuperar e cumpriu o trecho cronometrado em 18º, com o tempo de 5h32min42seg e subiu para a 15ª colocação na prova.

Felipe Zanol (à esquerda) com os pilotos Cyril Després e Marc Coma da equipe Red Bull KTM no Rally Dakar 2012 - Crédito: Marcelo Maragni/Red Bull Content Pool

“No começo da especial, prendi a minha moto no final do mesmo atoleiro que pegou o Zé Hélio. Perdemos uns cinco minutos até conseguir tirar as duas motos no braço. Por conta disso, peguei bastante tráfego de competidores e poeira, o que me atrapalhou um pouco”, relatou Zanol. “Foi uma prova muito rápida e com bastante pedra solta, o que representa um grande risco de queda para os pilotos. Foi um dia perigoso, no qual não pude relaxar nem um segundo durante toda a especial”, continuou Zanol.

Especial mais longa à vista – Para esta terça-feira, está programada a especial mais longa do Dakar 2012, com 557 km. Os pilotos partem de Antofagasta com destino a Iquique, ainda no Chile, e haverá ainda 9 km de deslocamentos.

O percurso passará por oceanos, cânions e montanhas, com bastante exigência na navegação.

“O Dakar é uma corrida de superação e certamente a próxima etapa será uma grande pauleira”, concluiu o Zanol, que pilota uma motocicleta KTM 450 Rally Replica.

O término do Dakar será no dia 15 de janeiro em Lima, no Peru.

Felipe Zanol é piloto da equipe KTM Brasil com patrocínio de Red Bull, Cia do Terno, ASW, Rinaldi, ATS Informática, Mobil, SEEJ e Vedamotors, além do apoio de Água Mineral Ingá, Mr Pró e Brasil Moto Tour.

Mais brasileiros

Apenas com um brasileiro deixando a competição até agora (Ike Klaumann) os outros pilotos vem resistindo aos duros desafios do Dakar 2012. José Hélio Rodrigues Filho, correndo com uma Husqvarna 450, vem na 24ª colocação. Denísio Nascimento, com uma Honda, ocupa a 32ª posição na prova. Dimas Mattos, com uma KTM, está em 59º. Vicente de Banedictis, com uma motocicleta Beta, está em 97º e Arnot Budweg, com uma KTM vem logo atrás na 98º posição.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s