Definidos os Campeões Brasileiros de Motocross 2011. Presidente da CBM anuncia a volta do campeonato de Supercross para 2012

O domingo foi de comemoração dos campeões no pódio do Pro Tork Brasileiro de Motocross. Jean Ramos (MX2), Duda Parise (MX3), Milton Becker “Chumbinho” (MX4) e Marcos Moraes (230cc) confirmaram os títulos da temporada na Super Final em Siqueira Campos (PR).

Assim, os pilotos se unem aos competidores que garantiram a taça com uma rodada de antecipação: Antônio Jorge Balbi Júnior (MX1), Gustavo Henn (85cc) e Enzo Lopes (65cc).

O evento teve disputas acirradas, casa cheia e apresentações de freestyle da equipe Joaninha Pro Tork Show, além de premiação recorde avaliada em 100 mil reais.

O espanhol Carlos Campano foi o grande vencedor da categoria MX1 e levou para casa um carro zero quilômetro.

“Estou muito contente, nunca havia ganhado um prêmio assim. Caí na largada e corri o tempo todo no limite, por isso a satisfação de ter vencido é ainda maior”, disse Campano, que no ano que vem entrará na briga pelos títulos da MX1 e da MX2.

 

Firmo Alves, que assumiu a presidência da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM) há pouco menos de três meses, está otimista para 2012:

“Apesar da transição política um pouco turbulenta, conseguimos cumprir os compromissos com patrocinadores e pilotos e a Super Final fechou o ano com chave de ouro. Outro ponto positivo foi a realização de uma etapa no Nordeste (em Aracaju-SE), o que mostrou que a região merece fazer parte do Brasileiro”, afirmou Alves, ressaltando que até o dia 30 de novembro irá apresentar o calendário da modalidade para o ano que vem. Segundo ele, o campeonato terá oito etapas e haverá ainda o retorno do Brasileiro de Supercross, com quatro provas.

Resultados da etapa final do Campeonato Brasileiro:

Categoria MX2

1 – Antônio Jorge Balbi Júnior

2 – Thales Vilardi

3 – Dudu Lima

4 – Marcello Lima

5 – Jean Ramos

 

Categoria MX1

1 – Marcello de Lima “Ratinho”

2 – Leandro Silva

3 – Antônio Jorge Balbi Júnior

4 – Dudu Lima

5 – Humberto Martin

* Carlos Campano, da Espanha, venceu a prova nas categorias MX1 e MX2, mas não é filiado no Brasil – portanto não pontua no campeonato

 

Jean Ramos: “O título da MX2 representa muito para mim e quero defender essa taça no ano que vem, que será minha última temporada na categoria. Agradeço os meus patrocinadores e dedico esta vitória ao meu parceiro Swian Zanoni, que está no céu torcendo por nós.”

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s